NOTÍCIAS


04 | 08 | 2016

Super 2000: O sucesso do Peliteiro de Famalicão
Joaquim Peliteiro esteve sete anos emigrado em França e regressou a Famalicão para criar A Super 2000, uma das maiores empresas de "vending" nacionais. Tem 4.100 máquinas espalhadas pelo país, sobretudo na região Norte, emprega 160 pessoas e factura cerca de 20 milhões de euros.

Portugal entrou na então CEE, Joaquim Peliteiro partiu para França. Em busca de uma vida melhor. E por lá andou sete anos, tendo ganho bastante experiência no negócio das máquinas automáticas de produtos alimentares ("vending").

Até que, em 1993, decide regressar a Portugal, a Famalicão, com a firme ideia de, por conta própria, desenvolver o negócio de "vending" no seu país, um mercado quase virgem nesta área de actividade, contando na altura com apenas uma empresa em operação.

Sem conseguir financiamento para iniciar o projecto da empresa, que foi registada com o nome A Super 2000, foi em França que Peliteiro e o seu sócio, o primo Fernando Oliveira (que viria a sair da sociedade), foram buscar um terceiro sócio e financiador desta aventura empresarial: José Croveri, o antigo patrão de Peliteiro, que tinha 40 anos de experiência de "vending" em terras gaulesas.

A Super 2000 arrancou a sua actividade com meia centena de máquinas usadas adquiridas em França, com as fábricas têxteis da zona do Vale do Ave a servirem para testar o negócio em Portugal.

O grande "boom" da empresa aconteceu a partir da entrada de Portugal no euro, em 2002, pouco tempo depois de A Super 2000 ter começado a embalar os seus produtos, sobretudo sandes. Só desde há dois anos é que confeccionam e embalam sopas, saladas e sobremesas, complementando a sua oferta com a venda de marcas conhecidas de café, bebidas e snacks.

Actualmente, as cerca de 4.100 máquinas da Super 2000 estão espalhadas por todo o tipo de organizações, desde fábricas e escritórios a hospitais, universidades e instituições públicas, totalizando mais de mil clientes. Está sediada em Famalicão, em instalações novas com uma área total de 15 mil metros quadrados, com uma área de cobertura de 4.500 metros quadrados, emprega 160 pessoas e factura cerca de 20 milhões de euros.

"Joaquim Peliteiro é hoje um reconhecido empresário de sucesso. A empresa de que foi um dos fundadores é financeiramente sólida, constante na sua política de recursos humanos e dinâmica do ponto de vista comercial", enfatiza a Câmara de Famalicão, cujo presidente, Paulo Cunha, vai visitar a empresa na próxima segunda-feira, 1 de Fevereiro.

"Tanto assim é que, recentemente, atenta às novas tendências e nichos do mercado, surge a empresa Limagengibre, com uma nova forma de comercialização através dos carrinhos volantes nas instituições dos clientes, que através de uma assistente de venda vão de encontro ao consumidor", realça a autarquia, em comunicado.

RUI NEVES | ruineves@negocios.pt | 29 Janeiro 2016



Paulo Cunha visita a A Super2000
Paulo Cunha, presidente da Câmara Municipal de Famalicão, visitou, esta segunda-feira, a empresa Super 2000, no âmbito do roteiro Famalicão Made IN.

A Super 2000 foi criada em 1993 pelas mãos de Joaquim Peliteiro, um famalicense que viajou para França em busca de melhores condições de vida, em 1986, mas acabou por regressar a Famalicão uns anos depois. Na sua mala trazia uma sociedade com o seu patrão francês, centrada no alargamento do negócio do vending de produtos alimentares até Portugal.

“Com o capital assegurado, regressou a Portugal para fundar a Super 2000, empresa que foi pioneira na atividade de venda automática de produtos alimentares em Portugal e que hoje detém uma das maiores cotas do mercado”, refere comunicado do Município de Famalicão.

“O percurso de Joaquim Peliteiro é um exemplo claro de como as circunstâncias da vida, mesmo as menos prometedoras à partida, devem ser aproveitadas. Neste caso, a experiência da emigração foi a alavanca para a criação de um projeto empresarial de grande sucesso e dimensão que orgulha Famalicão e o país”, afirmou Paulo Cunha.

Em comunicado, a autarquia de Famalicão descreve a Super 2000 como a “base de um grupo empresarial”, constituída por 4 empresas distintas, que se unem no processo automático de comercialização dos produtos alimentares.

“É um grupo financeiramente sólido, constante na sua política de recursos humanos e, dinâmico do ponto de vista comercial. Tanto assim é que, recentemente, atenta às novas tendências e nichos do mercado, surge a empresa Limagengibre baseada na comercialização personalizada dos produtos Super 2000, com recurso a assistentes de venda que vão de encontro aos locais de trabalho dos consumidores”, sublinha o mesmo comunicado.

As 4 empresas que constituem o Grupo Super 2000 contam com a presença de 160 colaboradores, 4 100 máquinas de vending e uma facturação de cerca de 20 milhões de euros.

As máquinas da empresa podem ser encontradas em escritórios, indústrias, hospitais, universidades e instituições públicas, totalizando cerca de 1000 clientes e servindo muitos milhares de pessoas.

O Minho
3 Fevereiro, 2016



Limagengibre
Criada no ano de 2010, a Limagengibre desenvolve-se com sucesso fazendo parte de um grupo de empresas com forte presença a nível nacional.

A Limagengibre tem uma larga experiência na área da restauração, catering, organização de eventos e fornecimento de refeições.

O serviço de Catering volante leva diariamente o pequeno almoço, almoço e lanche aos funcionários do edifício, percorrendo todos os andares e salas.

Oferece uma vasta gama de produtos de pastelaria, padaria, bebidas, salgados e produtos embalados, entre eles, bolachas, chocolates e doces.
Prepara bebidas de fruta fresca e confeccionamos pequeno-almoços, lanches e alternativas de refeições como sandes, wraps, saladas ou tostas.

VANTAGENS PARA A EMPRESA:
Proporcionar aos seus funcionários um serviço de excelência e de grande comodidade;
Permitir um maior aproveitamento do horário laboral;
Com encargos mínimos (s/ recorrer a bares, cafetarias ou refeitórios) oferecer aos seus colaboradores o pequeno-almoço, refeição e lanche a preços inferiores aos do canal HORECA.

VANTAGENS PARA O FUNCIONÁRIO:
Permitir maior aproveitamento do horário laboral;
Levar o produto até ao cliente evitando a sua deslocação ao exterior em condições climatéricas adversas;
Produtos de Qualidade a preços económicos.